A Era de Aquário 

 

 Ma Deva Pyari (Sheila Shalders)

 

Conto de ficção científica, lidando com os temas da tradição induística do Tantra.

Pode ser adquirido em português ou alemão, aqui pelo site, em PDF, Epub ou Mobi.

 

Pelo Amazon como ebook - ainda só em protuguês:

https://www.amazon.com.br/dp/B01J2XKJ9C/ref=rdr_kindle_ext_tmb

 

 capa em óleo, pela autora

 


 O livro 

"Satisfaction"

 

publicado pela Editora Heyne em 1998, pode ser encomendado pelo e-mail: 

 

madevapyari@yahoo.com

 

Como livro, só em alemão (Tantrisches Leben).

Como e.book , em inglês e alemão , em PDF

 

 


o livro

"Sex, Ekstase und Transzendenz",

 

publicado pela Editora Ullstein/ Allegria em 2012, também pode ser encomendado pelo mesmo e-mail.

 

Como livro, só em alemão.

como e.book, em inglês e alemão .  

 

 



 

OLHA O MAR

 

Aqui jaz um coração

 

Nem sei se é meu

 

Tanto faz

 

Pois quem sou eu?...

 

 

E já passei da idade

 

De buscar serenidade

 

Fora da solidão

 

Tanto faz

 

Aqui jaz

 

O amor

 

E o medo atrai e traz a dor.

 

 

 

Aqui jaz

 

Tudo que sou

 

E o que eu não sou

 

Tanto faz

 

 

E não faz mal

 

Que é tudo igual

 

Só estamos de passagem

 

E eu quase fiz lavagem cerebral

 

Que eu era

tão intelectual

 

Mental

 

 

 

 

Adorava a Gal

 

Achava ela a tal

 

E eu espiritual

 

Tudo tão banal

 

Tão sacal, tão formal

 

Agora só o natural

 

 

Existencial

 

Quero ser da terra mais que o sal

 

Sempre musical, individual,

genital e informal

 

E a casa pintar de cal

 

Não faz mal.

 

 

 

 

Aqui jaz

 

Um coração

 

Sem ilusão

 

Tanto faz...

 

 

 

E se ele bate aflito

 

Tresloucado e descompassado

 

Serve de inspiração prô violão

 

E eu grito

 

Com a guitarra

 

Que bom que eu inda vivo com garra

 

 

 

Já cantei e meditei

 

Amei, gozei

 

Também já odiei

 

E nem sempre eu aceitei

 

Tudo que vem com alguém ou sem ninguém

 

Quié o Zen

 

Bem além

 

Onde não tem

 

Nem o mal e nem o bem

 

 

 

E olha que tesouro

 

Olhar prum besouro

 

Ou prá uma flor

 

Sem pensar, com amor

 

Isto é meditar...

 

 

É só relaxar

 

E parar de criticar

 

Ou de reclamar e começar assim a amar

 

Abraçar e contemplar

 

Olha o mar...

 

 

Pyari, Hamburg 2000